• Casas pequenas

    Basta ser-se optimista! Pensar em possibilidades em vez de limitações. Ver realmente as superfícies não utilizadas, mudar a forma de pensar em termos de espaço vazio desperdiçado. Pode ser um espaço transformado em arrumação e ainda conseguir mantê-lo encantador.

    Ler mais
  • Dar vida a uma parede

    Quando entramos em casa devemos sentir-nos bem, confortáveis, no nosso porto de abrigo, rodeados das coisas que mais gostamos. A casa deve reflectir aquilo que somos. Mais organizados, caóticos, fluídos, desapegados, criativos, entre muitas outras coisas.

    Ler mais