Outono com sabor a abóbora

O Outono já chegou em força, os dias já são mais curtos, menos luz para estar lá fora, maior vontade de aproveitar o aconchego da nossa casa. Claro que estas palavras vindas de alguém como eu que adora o frio são um bocadinho influenciadas, mas para mim não existe estação mais bonita do que esta. A paleta de cores que o outono traz com ele são maravilhosas. Não há paisagem que fique mais bonita do que com os seus tons de castanho, laranja, amarelos e verdes escuros. Até a luz é mais dourada e permite fotografias que ficam sempre mais especiais.

Mas do que eu gosto mesmo é de pegar nos meus, irmos passear por parques ou bosques perto de casa, recolher folhas já caídas com o Sebastião, pisar aquele manto fofo e estaladiço e ouvi-lo a rir de satisfação. Melhor que isto só o natal, mas a esse já lá vamos 🙂

Depois de umas horas ao ar livre e já com os pés molhados e frios, nada me dá mais prazer do que chegar a casa e cozinhar confort food. Apesar de não ser eu a chef lá de casa, as sopas e coisas doces ficam sempre à minha responsabilidade e por isso hoje partilho com vocês 3 receitas com o alimento de eleição do outono – a abóbora.

Pão de abóbora

Ingredientes:

abóbora manteiga

2 ovos

1/2 chávena de azeite

1/4 chávena de água

1 chávena de açúcar mascavado escuro

1 1/2 chávena de farinha

1 colher de chá de fermento

1/2 colher de chá de sal

2 colheres de chá de canela

1/2 colher de chá de noz moscada

1/2 colher de chá de cardamomo (opcional)

Pré-aquecer o forno a 175º.

A primeira coisa a fazer é assar a abóbora, para depois fazer o puré.Cortar a abóbora ao meio longitudinalmente, tirar as sementes, e colocar num tabuleiro de forno forrado com papel vegetal, com a casca para baixo. Regar ambas as metades com um fio de azeite e deixar assar bem até estar cozinhada e ser possível tirar o recheio com uma colher (cerca de 45 minutos).

Quando a abóbora estiver pronta, tirar do forno e deixar arrefecer uns 10 minutos. Tirar o interior com uma colher e passar com a varinha mágica.

Numa taça grande, misturar bem o puré de abóbora com os ovos, o azeite, a água e o açúcar. Numa taça separada, misturar a farinha, fermento, sal, canela, noz moscada e cardamomo (se utilizado). Incorporar os ingredientes secos na mistura com a abóbora (mexer só até envolver bem, não bater muito). Deitar o preparado numa forma de bolo inglês (utilizo uma de silicone e costuma resultar muito bem, sem ser necessário untar). Levar ao forno a 175º 50 a 60 minutos (verificar entre este tempo com um palito se já está cozido por dentro).

Dica – uma abóbora inteira vai dar muito mais do que a quantidade necessária para esta receita, mas podemos aproveitar o resto para fazer um puré de acompanhamento, adicionar a uma sopa ou para as bolachas que descrevo em seguida.

Bolachas de abóbora e cacau

Ingredientes:

100 gramas farinha

60g de nozes ou outro fruto seco

100 g tâmaras sem caroço

120g puré de abóbora

2 c.sopa cacau cru em pó

3 c.sopa óleo de côco

1 c.chá fermento

Demolhar as tâmaras por 30 minutos para hidratar. Pré-aquecer o forno a 180º e forrar um tabuleiro de forno com papel vegetal. Num processador de alimentos juntar as tâmaras demolhadas (e sem a água), o puré de abóbora, as nozes e o óleo de côco. Triturar na velocidade máxima até virar um creme homogéneo. Juntar a farinha de arroz, o cacau em pó, e o fermento. Triturar até estar tudo muito bem envolvido. Com as mãos húmidas fazer pequenas bolas com a massa e dispor no tabuleiro. Com uma colher achatar as bolas de forma a fazer o formato das bolachas. Levar ao forno por 20 a 25minutos (depende da potência do forno), ou até as bolachas estarem douradas.

(receita adaptada do Made by Choices)

Creme de abóbora hokaido e gengibre

Ingredientes:

1 abóbora hokaido média

2 batatas doces médias

1 cebola grande

1 pedaço de gengibre, aproximadamente do tamanho de meio polegar

Tomilho seco

Sal

Pimenta Preta

Sementes de abóbora

Assar a abóbora no forno a cerca de 180º, 45 minutos, com casca e partida ao meio sem sementes, polvilhada com tomilho, sal, pimenta preta e um fio de azeite. Cozer em água as batatas e cebola. Quando as batatas estiverem cozidas, acrescentar a abóbora aos pedaços ainda com a casca e triturar tudo. Servir quente com um fio de azeite e sementes de abóbora ou outras a gosto.

Dica: A casca da abóbora hokaido não se deve retirar, é super rica em nutrientes e fica com a mesma consistência do interior depois de assada ou cozida.

 

Que seja um fim de semana aconchegante!

Escrito por: Joana

Joana. Casada com o João. Mãe do Sebastião. Mãe emprestada de uma Teckel, a Sushi, e de um gato rafeirão, o Tozé. Vive em frente ao mar e adora o campo. Quer alcançar o significado da palavra devagar. Viver devagar, saborear cada segundo e cada detalhe. Ler mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *