Chá ou Infusão?

Resultante da infusão de folhas secas da planta do chá (camellia sinensis), o chá é a bebida quente que mais se tem consumido no mundo ao longo dos séculos. Distingue-se das infusões que são preparadas com folhas frescas ou secas, flores, bagas, sementes, raízes ou cascas que se infundem em água quente. Ao contrário do chá, a infusão não tem cafeína.

Este artigo destina-se a todas as pessoas que procuram desfrutar plenamente dos benefícios das plantas através de bebidas sem aditivos, conservantes ou corantes. Para quem pretende variar as receitas à base de chá, ervas e especiarias e descobrir novos sabores e novas misturas.

A infusão perfeita:

  • usar folhas ou flores frescas não processadas – as ervas secas (à sombra) também podem ser usadas se tiverem sido colhidas há menos de 10 meses
  • lavar com cuidado as ervas, flores ou folhas
  • usar um bule limpo e adequado
  • esmagar as raízes ou sementes para libertarem os seus óleos esseciais
  • deitar água a ferver sobre os ingredientes e cobrir de imediato – os mesmos ingredientes podem ser para mais uma ou duas infusões
  • deixar a infusão durante 5 minutos, coar a bebida para uma chávena e saborear

Após beber uma infusão preparada com a mesma planta durante dez dias, deve fazer-se uma pausa de três/quatro dias e retomar. As plantas têm propriedades potentes e podem acumular-se no organismo. É preferível mudar de vez em quando e consumi-las com moderação. As infusões têm propriedades curativas. As plantas actuam sobre a saúde do organismo, mas também sobre o estado de espirito. Têm a capacidade de proporcionar energia e manter-nos activos.

 

Para reforçar o sistema imunitário

Chá Preto, Coentros e Casca de Laranja

(1 saqueta de chá preto, meia colher de café de coentros em grão esmagadas, casca de laranja)

Chá verde, Jasmim

(1 saqueta chá verde, 1 colher de café de flores de jasmim secas, 3 cravos da índia, sumo de meio limão, casca de limão)

Urtiga, Laranja

(1 colher de café de folhas de urtiga secas, casca de laranja, 1 rodela de laranja)

Folhas de Oliveira, Açafrão

(1 colher de café de folhas de oliveira secas, 1 pitada de açafrão em pó)

Anti-inflamatórias

Gengibre, Limão

(60g gengibre sem casca e em rodelas finas, casca de limão, meia colher sopa sumo de limão, 1/4 colher de café de pimenta-caiena)

Cardamomo, Hortelã e Casca de Laranja

(1 saqueta de chá verde, 3 bagas cardamomo esmagadas, casca de laranja, 2 colheres café de flores de camomila secas, 1 raminho de hortelã fresca)

Trevo Vermelho, Hortelã – Pimenta

(1 colher café de flores de trevo-vermelho secas, 4 raminhos de hortelã pimenta fresca)

Folhas de Louro, Canela e Laranja

(2 folhas de louro, casca de laranja, meia rodela de laranja, 1 pitada de canela em pó)

Alecrim

(1 raminho de alecrim fresco, casca de laranja, 4 cravos da índia, 1 colher café sumo de limão)

Diuréticos

Chá Verde, Hortelã, Lúcia-Lima

(1 jaqueta chá verde, 1 punhado de hortelã seca, 1 punhado Lúcia-lima seca, 1 colher café sumo de limão)

Dente de Leão, Casca de Lima

(1 colher café de folhas de dente de leão secas, casca de lima)

Trigo Sarraceno, Anis

(1 colher de café de trigo sarraceno tostado, 1 colher de café de anis esmagado)

Tília, Limão

(1 colher de café de flores de tília secas, sumo de meio limão, casca de limão)

Facilitadores da digestão

Funcho, Manjericão

(1 colher sopa de folhas de funcho frescas, 1 colher café de sementes de funcho, 4 folhas manjericão frescas, 1 colher café de vinagre de sidra)

Lúcia-Lima, Gengibre

(2,5 cm de gengibre sem casca em rodelas finas, 60g folhas Lúcia-lima frescas, casca de limão)

Chá Branco, Baunilha

(1 saqueta chá branco, 1 colher de café de extracto de baunilha, 1/4 colher café de canela em pó, 1/4 de colher de café de Jasmin seco)

Hortelã-Pimenta, Sementes de Linhaça

(120g sementes de linhaça moídas, 1 raminho de hortelã-pimenta, 2 rodelas de limão, sumo de meio limão, casca de limão)

Calmantes

Canela, Cominhos

(1 pau de canela, 1 colher café de sementes de algaravia, 1/2 colher café de sementes de cominhos)

Camomila, Pimenta da Jamaica

(1 colher café de flores de camomila secas, 1 colher café de erva-cidreira seca, 3 grãos de pimenta da Jamaica esmagados)

Tília, Alfazema

(1 colher café de flores de tília secas, 2 fatias finas de gengibre, 1 colher café de alfazema seca, 1 baga de cardamomo)

Trevo-Vermelho, Mel e Limão

(5 flores de trevo-vermelho frescas, 1 colher café de mel, sumo de meio limão)

 

Estas são apenas algumas das combinações possíveis entre centenas. Cada chá não tem propriedades isoladas, pelo que alguns são facilitadores da digestão, mas também calmantes. Outros são como super heróis que apresentam todas as boas propriedades acima descritas. A todos pode ser adicionada uma colher de mel para adoçar.

Que neste outono possamos tirar maior partido das óptimas propriedades das ervas. O importante é ouvir o nosso corpo e perceber quais as suas necessidades, antes de irmos a correr à farmácia comprar medicamentos que são altamente processados e químicos.

 

Artigo baseado no livro “Tisanas Medicinais”.

 

 

Escrito por: Joana

Joana. Casada com o João. Mãe do Sebastião. Mãe emprestada de uma Teckel, a Sushi, e de um gato rafeirão, o Tozé. Vive em frente ao mar e adora o campo. Quer alcançar o significado da palavra devagar. Viver devagar, saborear cada segundo e cada detalhe. Ler mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *