Uma casa cheia de cor e pormenores muito divertidos

A Cláudia e o Daniel recebem-nos numa manhã solarenga de sábado. A luz que aquece a sala dá ainda mais cor a uma decoração que já por si é muito animada. Com alguns objectos de design de inspiração nórdica (como as cadeiras da mesa, lindas, da muuto), ilustrações nas paredes e muitos apontamentos coloridos, esta é a casa mais divertida onde já estivemos!

 

Can you spot the whales?

 

O Benny e a pequena Alice brincam na sala. Mas os brinquedos que vemos espalhados pela casa não são só dos mais novos. É que a Cláudia e o Daniel também são fãs de Star Wars, dinossauros e baleias, e têm vários apontamentos alusivos a tudo isto, espalhados pela casa. Pormenores deliciosos que dão um toque de graça a qualquer divisão e que enchem a casa de cor e alegria.

Não conhecíamos a Cláudia, senão através do seu instagram. Já a seguíamos há muito, apaixonadas pelas bonitas imagens que partilha, da família, da casa e não só. Quando arriscámos em propor-lhe esta house tour e ela aceitou, ficámos mesmo contentes. Gostamos sempre quando nos abrem as portas de casa, mas mais ainda quando nos deixam ‘invadir’ o ambiente em família, o seu habitat natural.

Muitas vezes, quem nos recebe comenta “não arrumei assim muito” ou “podem mexer no que acharem que é preciso para as fotografias”. Mas, a verdade, é que nós não mexemos uma vírgula. É natural que as casas que aqui mostramos pareçam sempre “de revista”, porque são já por si bonitas. E é normal que ninguém nos receba com a roupa espalhada pelo chão, ou que tenha um mínimo de cuidado a arrumar, mas não mais do que arrumamos quando temos visitas.

É, por isso, um privilégio e um gosto ainda maior quando entramos e sentimos que não houve grandes mudanças pela nossa presença. Ver as dinâmicas familiares e como a casa serve cada uma delas é um dos nossos passatempos preferidos. Quando se junta o útil ao agradável, fazer uma house tour ao mesmo tempo que conhecemos pessoas talentosas e histórias inspiradoras, melhor ainda.

Descobrimos, por exemplo, que o Daniel é quem está por trás do instagram do Dr. Bayard, a conhecida marca de rebuçados que foi fundada pelo seu Avô e que ainda hoje é da família.

Já viveram também em Berlim, mas regressaram há alguns anos e por agora é aqui que tencionam ficar, os quatro, com os dois gatos que também já fazem parte da família.

 

cadeiras da mesa – muuto
ilustração Lissabon – Liliana Graça
peças cerâmica – Studio Arhoj

 

A Cláudia respondeu ainda a algumas das nossas curiosidades.

 

Há quanto tempo vieram para esta casa e onde viviam antes?

Viemos para esta casa em Outubro de 2016, depois de muitos e longos meses de obras. Foi nesta casa que o Daniel cresceu e é incrível estarmos agora os aqui, com dois filhos e dois gatos. Antes de nos mudarmos para esta casa, vivíamos em Berlim, onde tivemos a nossa primeira casa a dois e onde vivemos durante 4 anos com o Gato.

A decoração foi toda feita do zero ou já traziam algumas “heranças”?

Começamos basicamente do zero, e foi a nossa oportunidade para termos A casa que sempre quisemos. Sabíamos que não nos iríamos mudar tão cedo, e sentimos que seria aqui que íamos construir uma casa à nossa medida. trouxemos algumas coisas de Berlim, especialmente do Benjamin por terem valor sentimental. Eram coisas do nosso primeiro filho e não nos conseguimos desfazer delas na altura em que tivemos de vender/dar/doar todo o recheio da nossa casa de Berlim. De resto, quisemos começar com coisas só nossas, e começar a construir as nossas próprias heranças.

A vossa casa reflecte muito os vossos gostos, existem vários objectos e peças que são mesmo especiais. Queres falar-nos de alguns?

A baleia que nos foi oferecida por um amigo de amigos que sabia que tínhamos uma fixação por baleias e que tinha um jeito incrível para carpintaria. Lembro-me de recebermos uma encomenda, ainda em Berlim, sem sabermos bem de onde vinha, o que era, nem quem tinha enviado. Quando abrimos a encomenda, ficamos a olhar um para o outro, sem saber bem o que dizer. Aquela surpresa era mesmo a nossa cara e foi uma das surpresas mais bonitas que já nos fizeram. Outra peça feita à nossa medida foi o móvel em tons pastel que está na sala, feito por uma grande amiga nossa que tem uma carpintaria (a Arima), e inspirado num móvel de uma casa onde ficamos em Copenhaga há alguns anos. Foi ela que desenhou o móvel, estilo retrato robot, e acabou por ficar perfeito. E finalmente, as cadeiras da Muuto, nos mesmos tons do móvel, que namorei durante ANOS, até as conseguir comprar.

A casa tem-se adaptado à família em crescimento. Como é que vês essas mudanças?

De uma forma muito natural. Quando nos mudámos, imaginávamos que todos os quartos da casa iriam eventualmente ser ocupados pelos mais pequeninos. Ainda temos um livre, mas para já fica como escritório. Sempre fui muito dedicada à decoração da casa, e gosto muito de construir um espaço em que possamos todos, e cada um de forma mais individual, aproveitar todos os cantos da casa. Não temos divisões exclusivas para brincar, por exemplo, no sentido em que a nossa vivência se mistura com brinquedos e desarrumação de uma forma muito natural. Para nós, a nossa casa é onde podemos ser nós próprios, e onde podemos estar de pijama, cara lavada, pé descalço ou de pantufas sempre que nos apetecer.

Tens uma conta de instagram super inspiradora, onde partilhas algumas coisas sobre a vossa casa e a vossa família. Como é que tudo começou?

Nem eu sei bem, na verdade. Lembro-me que criei a minha conta de instagram em 2011 com o iPhone do Daniel – na altura eu provavelmente tinha um flip phone :), e que comecei a publicar fotos do dia a dia. Tínhamos acabado de nos mudar para Berlim e todos os dias via coisas novas, que tinha que documentar de alguma forma. Sempre fui apaixonada por fotografia e por máquinas fotográficas, e na altura estava muito virada para fotografia analógica. No entanto, com o instagram tudo passou a ser muito imediato e eu gostava muito dessa espontaneidade. Vinha do Flickr e, por isso, foi um passo natural. Depois surgiram os gatos. Uns anos mais tarde surge o Benjamin. E foi nessa altura que comecei a receber mais atenção. Gatos e bebés fazem magia na internet!

 

Podem ver aqui a galeria completa

 

Obrigada, Cláudia e Daniel, por nos terem recebido na vossa casa cheia de cor e luz!

Adorámos e temos a certeza que não somos as únicas.

Escrito por: Francisca e Joana

Somos a Joana e a Francisca, alinhamo-nos na simplicidade das coisas e complementamo-nos nas diferenças do dia-a-dia. Queremos partilhar o que nos inspira e o que nos leva a ser mais felizes. Acreditamos que esta partilha tem também o poder de inspirar o mundo a fazer o mesmo. Ler mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *