Os super antioxidantes

Começa a época dos frutos vermelhos, silvestres ou do bosque. Denominações diferentes para o mesmo grupo- morangos, amoras, framboesas, cerejas, mirtilos, arandos e groselhas. A cor avermelhada de alguns destes frutos provém da antocianina, um pigmento vegetal que tem a função de prevenir a degeneração das células. Estes frutos são super interessantes do ponto de vista nutricional.

Os frutos silvestres são uma fonte de muito rica em antioxidantes, vitamina C e fibra. Além disso, têm na sua composição polifenóis com propriedades anticancerígenas. Um deles, o ácido pelágico, encontra-se em maior quantidade nos morangos e nas framboesas. Este fitoquímico é um inibidos poderosos de duas proteínas cruciais para a vascularização dos tumores.

O ácido elágico é quase tão poderoso como certas moléculas sintéticas a interferir com o processo de vascularização. Em estudos de laboratório este fitoquímico mostrou capacidade de evitar cancros de pele, bexiga, pulmão, esófago e mama. Da mesma forma, as antocianidinas presentes nestes frutos têm propriedades semelhantes antiangiogénicas.

O que os estudos com estes frutos sugerem:

As amoras podem ser eficazes a prevenir o cancro colorectal. Inibem o desenvolvimento dos tumores reduzindo a inflamação crónica associada com a colite.

Além dos efeitos anti-estrogénicos, os fitoquímicos presentes nos frutos vermelhos poderão inibir o desenvolvimento do cancro da mama e melhoram a reparação do ADN.

É ainda sugerindo um risco inferior de diminuição das funções cognitivas para quem ingere estes frutos regularmente.

Gosto de começar o dia com este batido super poderoso em termos de antioxidantes.  Conjuga os frutos vermelhos, perfeitos nesta estação do ano, com o cacau, outro antioxidante que vos vou falar mais à frente. Agora começam a surgir os morangos da época, daqui a uns meses os mirtilos, framboesas e cerejas. Muitas vezes, para este género de batidos ou quando estamos fora de época, acabo por comprar-los congelados. São óptimos para dar uma consistência mais suave. Ou quando compro frescos, mas passados dois dias começam a ficar ligeiramente oxidados, é a altura certa para os congelar. Nunca os deixo estragarem-se e aproveito sempre todos os que compro.

Já a pensar nos dias de mais calor deixo-vos a sugestão de dois gelados da Vânia:

Sorvete de melancia e morango

Gelado de banana e amoras

 

Boa quarta feira e não se esqueçam de comer frutos vermelhos hoje!

Escrito por: Joana

Joana. Casada com o João. Mãe do Sebastião. Mãe emprestada de uma Teckel, a Sushi, e de um gato rafeirão, o Tozé. Vive em frente ao mar e adora o campo. Quer alcançar o significado da palavra devagar. Viver devagar, saborear cada segundo e cada detalhe. Ler mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *