Atenas, o último capítulo da nossa viagem

O prometido é devido e eis que aqui está o último capítulo desta viagem: Atenas.

Escolhemos ficar um dia em Atenas no regresso, já que íamos fazer lá escala. Já nos tinham dito que não valia muito a pena, que a cidade em si não era muito bonita e não tinha muito para ver além da zona histórica.

Como também não tivemos muito tempo, de facto não vimos muito para além da zona da Plaka (zona mais antiga e tradicional) e a monumental Acrópole. No entanto, deu para perceber que é uma cidade cheia de história (a capital mais antiga do Mundo), mas também de movimento e actividades, street art e espaços muito cool.

Uma manhã no SPA

Foi o programa perfeito para um dia, com um mimo muito especial pelo meio: fui conhecer, a convite da marca, a Experience Store da Apivita, onde fiz um tratamento de rosto maravilhoso, mesmo a calhar depois de duas semanas intensivas a viajar, com muita praia e muito sol (sempre com a devida protecção e cuidados especiais nesta fase, como referi aqui).

Conheci a Apivita recentemente e devo dizer que fiquei logo fã. Criada há 40 anos por um casal de farmacêuticos grego, é uma marca sustentável de cosmética natural, inspirada nas abelhas e na biodiversidade da natureza grega.

Desde que dou mais importância aos rituais de self care, como usar um bom creme ou produtos mais naturais para a pele, também estou mais atenta a marcas que tenham esta filosofia e valores de responsabilidade social e ambiental presentes. A Apivita foi uma óptima surpresa por tudo: é uma marca natural holística com preocupações ambientais, um packaging lindo (mas também ele pensado para ter o mínimo impacto ambiental) e várias linhas desde cabelo, rosto e até infantil.

A loja é, de facto, toda uma experiência! Distribuída por vários pisos, tem tudo lá dentro desde um juice bar, uma farmácia natural, onde os produtos podem ser personalizados à medida de cada pessoa, uma sala para reuniões, com uma mini biblioteca onde qualquer pessoa pode ir e ficar a trabalhar, um cabeleireiro (que utiliza todos os produtos da marca) e, no último piso, um Spa.

Fui muito bem recebida e o tratamento foi mesmo o que eu estava a precisar: mega relaxante (o Spa é lindo e todo revestido a madeira, com o objectivo de imitar uma colmeia) e super nutritivo, para uma pele que, durante duas semanas, foi exposta a muitas mudanças de alimentação, água, clima, sol, praia e aviões.

O tratamento consistiu num ritual de limpeza com leite, esfoliação, tónico, máscara hidratante, massagem, um creme  de olhos, sérum e, por fim, um creme com SPF. Uma das coisas que já voltei a usar entretanto e adoro são as máscaras, feitas com ingredientes naturais da dieta mediterrânea. Existem vários tipos (hidratação, exfoliação, limpeza, luminosidade, etc.) e vêm em doses individuais, precisamente porque a pele vai tendo diferentes necessidades e assim escusamos de comprar uma embalagem grande de cada uma.

Para quem tiver curiosidade, a marca já está presente em Portugal e disponível no El Corte Inglés, assim como em algumas farmácias.

atenas

atenas

 

Restaurantes & cool spots

Avocado – restaurante vegetariano óptimo! (as doses são bem servidas e é tudo maravilhoso!)

Six d.o.g.s – espaço com um jardim grande atrás onde se pode ir durante o dia e também tem vários concertos e eventos

The Art Foundation (TAF) – espaço multicultural no meio da Plaka com um pátio com um bar/café, ideal para fugir ao calor e confusão da cidade

 

A não perder

Subir à Acrópole – fomos ao final do dia, para apanhar menos calor e menos gente. Entrámos por volta das 18h30 (começa a fechar às 20h), dá tempo para ver e subir e vimos o pôr-do-sol antes de descer

National Gardens – jardins no centro (perto do Parlamento), ideal sobretudo para quem vai com crianças (muitas árvores e sombras, parque infantil e alguns animais!)

Experience Store Apivita – para quem quiser um tratamento especial ou apenas conhecer a loja e beber um sumo no juice bar

Também existem vários museus que acho que valem a pena (o da Acrópole e o Arqueológico, por exemplo), mas não tivemos tempo de ir.

 

Podem ver aqui os artigos sobre o planeamento e itinerário da viagem, e as ilhas por onde passámos: Naxos, Folegandros e Paros

Escrito por: Francisca

Alfacinha e fã assumida da sua cidade. Nasceu e cresceu em Lisboa e embora adore sair e viajar, gosta sempre de voltar. Gosta de dias de sol, flores campestres, coisas imperfeitas e mergulhos no mar. Ler mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *