O quarto do Sebastião

O quarto do Sebastião foi crescendo aos poucos. Não tinha nenhuma ideia definida para o que queria e acabei por me ir deixando levar pelas coisas que fui comprando. A primeira coisa que comprei foi a cama de grades, em pinho, porque me fazia lembrar do meu quarto em pequena. A partir daí tudo foi à volta disso. Acho importante esta questão de ter um objecto de “partida” que dá o mote a tudo o que o envolve.

Depois de escolhida a cama de grades em pinho, o tapete foi amor à primeira vista. Simples, minimalista mas sem ser monótono. Suave ao toque (muito importante para quando o Sebastião começasse a gatinhar) e que se pode lavar naquelas máquinas industriais. A partir daí procurei avidamente uma cómoda que servisse para arrumação e que tivesse a altura ideal para colocar um muda-fraldas.

O cadeirão está na nossa casa desde o início e passou do escritório para o quarto dele porque era perfeito para amamentar e super confortável. A decisão do azul das paredes foi um misto de surpresa e dúvida. A casa tem as paredes todas brancas e é minimalista, gosto que a luz reflicta em todas as divisões. Mas o quarto do Sebastião é o que recebe mais luz e é grande pelo que mantê-lo todo branco me causava algum desconforto. Escolhi este azul, mas depois de o ver nas paredes não o adorei de imediato. Agora gosto imenso, porque traz conforto e suavidade. É um lugar sereno e tranquilo, exactamente como imaginava.

Comprei apenas 3 livros para a biblioteca do Sebastião, todos os outros foram oferecidos por família e amigos e são tão queridos. Vou alternando entre dois, no momento de leitura do dia, antes de ir para a cama. Os únicos minutos em que o Sebastião está mais sereno e ouve com atenção. Agora já é ele que me pede para ler o livro antes de se deitar.

A tenda tem imensa pinta, preenche parte do espaço e por vezes é o sítio onde consigo que faça algumas sestas.

Todas as outras peças foram surgindo e segui sempre a mesma linha. Tons pinho, branco (como gosto), cinzentos e outras cores suaves. Apesar de ser azul, penso que é um quarto facilmente adaptável se depois do Sebastião vier uma menina, os tons neutros têm estas vantagens 🙂

 

Tenda: Trapinho

Tapete e “S” decorativo: Area

Cadeirão, cama de grades, prateleiras: Ikea

Cómoda: Maison du monde

Cesto bolas e candeeiro pequeno: Kasa

Cavalinho madeira: Taroca

Ilustrações animais: Violeta cor-de-rosa e Mexericas

Muda fraldas: Lumi e forra Gloop

Nuvens: Cloudish

 

Boas (mini) decorações !

 

 

 

Escrito por: Joana

Joana. Casada com o João. Mãe do Sebastião. Mãe emprestada de uma Teckel, a Sushi, e de um gato rafeirão, o Tozé. Vive em frente ao mar e adora o campo. Quer alcançar o significado da palavra devagar. Viver devagar, saborear cada segundo e cada detalhe. Ler mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *