Uma casa acolhedora com uma estante até ao céu

Esta é a casa da Filipa. Arquitecta. Com um gosto impecável onde apetece ficar até acabar de ler todos os livros da estante do corredor. É este o ponto principal da casa pequena, mas acolhedora, que tem luz natural em todos os recantos.

Um projecto do antigo proprietário, também ele arquitecto, que apaixonou a Filipa, e a nós também, assim que chegámos. Estava um dia de verão quente mas chuvoso e, assim que entrámos no prédio, as escadas fizeram-nos adivinhar imediatamente que nos aguardava um esconderijo mais que perfeito no último andar.

Logo à entrada, percebemos a luz natural que entra através de uma clarabóia e que ilumina todo o corredor e a imensa estante de livros. O chão de madeira natural, as portadas originais e o mosaico do chão da cozinha deram o mote para a restante decoração. Que é simples, mas que nos traz conforto em todos os sentidos. A Filipa adora móveis e objectos com história, pelo que trouxe muitas peças que pertenciam à família para este mundo só dela.

escada

A estante de madeira escura e ferro, que está na sala, pertencia aos seus pais, assim como a secretária que agora está no quarto e serve de tocador, o sítio perfeito para começar o dia.

A cozinha é simples e funcional, de portas brancas sem puxadores visíveis, com a parede a dar continuidade à bancada e o máximo de espaço disponível para cozinhar e receber os amigos. Porque as casas pequenas são para ser vividas assim mesmo, ao máximo. Todos os espaços são aproveitados para arrumação e para serem utilizados quando se recebe visitas de amigos ou família em casa.

 

Conversámos com a Filipa sobre alguns objectos especiais, o estilo da sua casa e aquilo que mais gosta de fazer neste espaço.

Escolheste esta casa ou foi ela que te escolheu?

Foi uma escolha recíproca. Assim que passei a porta de entrada, apaixonei-me, cada detalhe cativou-me. Quando comecei a procurar casa, queria algo onde pudesse ser eu a desenvolver o projecto (consequência natural da profissão), mas quando entrei nesta casa parecia que tinha sido desenhada para mim. Identifiquei-me imediatamente com o traço, com os materiais, com os acabamentos e com a conjugação entre o existente/antigo e o contemporâneo, que depois se reflecte na decoração.

Qual o objecto móvel mais importante para ti?

A estante em madeira e ferro que está na sala. Primeiro, porque é uma peça que me diz muito, uma vez que era a estante que estava no quarto do meu pai quando ainda vivia em casa dos meus avós e, em segundo lugar, sendo um móvel com mais de 30 anos, continua muitíssimo actual com um desenho minimalista e uma conjugação de materiais que adoro.

Como defines o estilo da tua casa?

Uma coexistência harmoniosa entre o passado e o presente, antigo e contemporâneo, tanto na arquitectura como na decoração, onde se conjugam elementos mais trabalhados e outros mais minimalistas com especial atenção ao pormenor.

Podes partilhar connosco ideias/dicas para casas pequenas?

Penso que o segredo consiste em aproveitar ao máximo os espaços, anulando os mesmos no seu carácter de mera circulação, conferindo uma função adicional. A divisão de espaços deve ser também mais versátil e “móvel”, no sentido em que, ao invés de existirem paredes a dividir cada um, podemos fazê-lo através de mobiliário ou outros elementos.Dois exemplos nesta casa são o longo corredor/biblioteca e a cozinha/sala. Nestas duas áreas, são os móveis que criam os ambientes e fazem a divisão de espaço, podendo os mesmos (neste último caso), ser reposicionamos consoante a função que se queira atribuir. No primeiro caso, a estante adiciona uma função a um corredor que outrora era simplesmente uma área de circulação.

O que gostas mais de fazer em casa?

Desfrutar da varanda ou da sala ao fim da tarde com a luz incrível que entra e também jantar com os amigos.

 

Podem ver aqui a galeria completa e o vídeo desta house tour.

 

 

 

Obrigada, Filipa, por nos teres recebido tão bem no teu refúgio no centro da cidade, longe do rebuliço e da confusão, onde podes desfrutar tranquilamente de todos os teus livros.

SaveSave

SaveSave

SaveSave

SaveSave

Escrito por: Francisca e Joana

Somos a Joana e a Francisca, alinhamo-nos na simplicidade das coisas e complementamo-nos nas diferenças do dia-a-dia. Queremos partilhar o que nos inspira e o que nos leva a ser mais felizes. Acreditamos que esta partilha tem também o poder de inspirar o mundo a fazer o mesmo. Ler mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *