Os meus essenciais na gravidez

Nesta segunda gravidez estou a ‘repescar’ tudo o que fiz e usei na primeira e que aparentemente deu bons resultados. É uma fase única, em que devemos dar ainda mais atenção a nós mesmas, às mudanças do nosso corpo, à forma como nos sentimos. Por isso, acho que o mais importante é ter rotinas ou hábitos que promovam esse bem-estar.

Estes são os meus ‘essenciais’ para estes 9 meses. Todas teremos os nossos truques, podem partilhar também o que resulta melhor convosco, porque todas as dicas são bem-vindas!

essenciais

 

Nutrição (e hidratação!)

O que comemos e bebemos é o que vai também alimentar o bebé que está a crescer dentro de nós. Por isso, devemos fazer uma alimentação equilibrada mas completa, sem nos privarmos de nada (até porque se há desculpa ideal para alguns ‘desejos’, é agora!). Claro que é importante controlar o aumento de peso e tentarmos fazer as escolhas mais conscientes e acertadas, mas sou defensora de que é uma fase em que não devemos estar em tensão com o que comemos ou com o que não podemos comer.

hidratação

Evidentemente, há uma série de cuidados que devemos ter com os alimentos, dependendo se somos ou não imunes à toxoplasmose (o que normalmente se vê nas análises pré-concepcionais ou nas análises do primeiro trimestre), entre outros. Todos estes cuidados são normalmente aconselhados pelo médico que acompanha a gravidez, assim como os suplementos/vitaminas que devemos tomar.

É aconselhado que se inicie o ácido fólico ainda antes de engravidar e que se mantenha durante o primeiro trimestre, porque é muito importante para a formação do tubo neural. Outros suplementos como o iodo, ferro, ou mesmo multivitamínicos devem ser receitados pelo nosso médico, porque podem ser mais específicos para cada mulher.

Uma questão consensual é a hidratação nesta fase: água nunca é demais e nesta fase é essencial.

 

Corpo (e cremes)

 

Diria que hidratar o nosso corpo também por fora é das coisas mais importantes nesta fase. As mudanças são grandes, sobretudo nas zonas da barriga, pernas e peito. Por isso não é demais prevenir com bons cremes e óleos que podem ajudar a aumentar a elasticidade da pele e a prevenir estrias. Na primeira gravidez usei alguns cremes que adorei e que mostraram bons resultados (pelo menos no meu caso), por isso deixo aqui algumas recomendações:

cremes

cremes

cremes

Velastisa Antiestrias ISDIN – costumo pôr de manhã nas zonas mais sensíveis e propícias ao aparecimento de estrias

Bio Oil – óptimo para hidratar, disfarçar cicatrizes e prevenir/disfarçar estrias (costumo pôr à noite)

Manteiga de karité Occitane – também adoro esta e vou alternando com o óleo

ISDIN FotoUltra 100 Spot Prevent – importante para aplicar na cara todos os dias sobretudo quando nos expomos ao sol, para prevenção de manchas de pigmentação que podem aparecer durante a gravidez

 

Actividade física

Manter a actividade física nesta fase é, cada vez mais, recomendado. A actividade física adequada pode ajudar com as várias mudanças do corpo e também na preparação para o parto. Obviamente que este deve ser um tema discutido com o médico, porque em alguns casos pode haver algumas limitações ou impedimentos, mas numa gravidez normal e saudável os benefícios de praticar exercício são enormes. 

Cada mulher deve procurar um acompanhamento personalizado (primeiro, junto do médico e depois junto de um PT ou de aulas especializadas para grávidas), mas qualquer caminhada é um bom exercício para manter durante toda a gravidez. Outros exemplos de exercícios específicos e adequados para a gravidez são, por exemplo, pilates adaptado à gravidez, yoga (idem), natação ou hidroginástica, localizada (exercícios adaptados à gravidez).

Na primeira gravidez, fiz algumas aulas de localizada específica para grávidas no Centro Pré e Pós Parto, que aconselho vivamente por ser um centro focado 100% na gravidez e pós-parto e ter óptimos profissionais especializados nesta área.

Fiz também Power Pilates com a Carolina, umas aulas super motivantes que adorei, porque a Carolina é fisioterapeuta e sabe o que faz, conseguindo adaptar verdadeiramente a aula a cada pessoa. As aulas não são exclusivamente para grávidas, por isso qualquer pessoa as pode fazer. Em todas as aulas pode haver grávidas, não grávidas e recuperação pós-parto. Os grupos são pequenos e por isso os exercícios são adaptados a cada caso. O que é garantido é que trabalhamos os músculos e a prova disso é que saímos de lá com dores (boas) no corpo!

Pode ser bom também ter uma bola de pilates em casa, para ir fazendo uns exercícios. Eu usei imenso durante a gravidez e no início do trabalho de parto e ainda nos primeiros tempos do bebé (muito ‘saltámos’ nós naquela bola para embalar o Lourenço…).

Outro exercício que devemos fazer sempre que nos lembramos são os Kegel, que trabalham o períneo e podem facilitar tanto o parto como a recuperação.

 

Bem-estar

Adoro massagens em geral, mas especialmente nesta fase ajudam imenso com a retenção de líquidos (e, verdade seja dita, é mais um momento de self-care que sabe muito bem!). Fiz na primeira gravidez e comecei agora a fazer novamente, uma vez por semana. Para um tratamento mais especial, adorava ainda experimentar uma das da Organii (que já experimentei sem ser especial de grávida e são di-vi-nais!).

livro
A meditação nesta fase também nos pode ajudar a relaxar, a conectarmo-nos mais com o nosso corpo e com o nosso bebé e a focar no que realmente é importante. Como referi aqui, a meditação é uma prática que tenho vindo a explorar. Descobri esta app, que tem meditações guiadas específicas para esta fase e encomendei este livro, porque uma das coisas que desejo nesta gravidez é vivê-la de uma forma mais consciente e tranquila e transportar tudo isso para o parto.

livro

 

Roupa

Idealmente, não gosto de comprar roupa específica para grávida, porque prefiro ou usar coisas que já tenho ou comprar coisas que dêem para utilizar depois. Mas há coisas que têm de ser, como as calças de ganga. As minhas preferidas são as da H&M.

Na primeira gravidez comprei ainda alguns vestidos online e desta vez, como vou estar grávida durante o verão, talvez tenha de apostar em algum fato de banho de grávida. Aqui ficam algumas sugestões de roupa interior, vestidos e fatos de banho.

 

 

Espero que algumas destas dicas sejam úteis e gostávamos muito de saber quais são os cuidados e dicas desse lado!

SaveSave

SaveSave

SaveSave

SaveSave

SaveSave

Escrito por: Francisca

Alfacinha e fã assumida da sua cidade. Nasceu e cresceu em Lisboa e embora adore sair e viajar, gosta sempre de voltar. Gosta de dias de sol, flores campestres, coisas imperfeitas e mergulhos no mar. Ler mais.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *